26 de outubro de 2019

SKANK - Cosmotron


Rock Nacional 
2003
Bitrate 320 kbps
[cd quality]++

Grupo pop formado em 1991 por Samuel Rosa (voz e guitarra), Henrique Portugal (teclados), Lelo Zanetti (baixo) e Haroldo Feretti (bateria) em Belo Horizonte. Iniciou a carreira apresentando-se em bares e festas realizadas em sítios nos arredores da cidade. Ao contrário do que se afirma, o nome "skank" se refere a um ritmo derivado do reggae jamaicano, e não ao "skunk", que em inglês significa gambá ou um tipo de maconha com altos teores de tetra-hidro-canabiol, agente ativo da planta. Em 1992, com as economias que juntou dos shows, o grupo gravou um CD independente, com prensagem de 3.000 cópias. Algumas delas foram enviadas para profissionais da mídia, como Carlos Eduardo Miranda e Otávio Rodrigues, ex-diretor da revista Bizz, que acabaram ajudando o grupo. No mesmo ano, a banda foi contratada pelo selo Sony, que relançou o disco e o distribuiu nacionalmente. O CD vendeu 150 mil cópias, uma bela marca para um CD de estreia, tendo boa divulgação as músicas "Indignação" e "Tanto" (versão de Chico Amaral para  "I want you", de Bob Dylan). Porém, foi em 1994 que o grupo iria fazer sucesso com a versão de "É proibido fumar", sucesso de Roberto Carlos, regravada no CD "Tributo ao rei", lançado pela Epic e produzido por Roberto Frejat, do Barão Vermelho. A versão tornou-se sucesso em todo o país e foi incorporada ao disco seguinte do grupo, "Calango", lançado em novembro do mesmo ano. O título do disco é uma referência a um ritmo típico mineiro, no qual duas pessoas dançam numa espécie de duelo. O CD vendeu mais de um milhão de cópias. O terceiro disco do grupo, "Samba poconé", consolidou o grupo como um dos mais importantes do pop-rock nacional, vendendo mais de um milhão e meio de cópias. O disco contou com a participação especial de Manu Chao, ex-vocalista do grupo francês Mano Negra. O maior sucesso foi "Garota nacional", de autoria do próprio grupo, que se tornou no vídeo clipe mais exibido na MTV em 1996. No ano seguinte, o grupo saiu em excursão pela América Latina e Europa, apresentando-se em países como Chile, Argentina, Espanha Itália Suíça, Portugal, Alemanha e França. De volta ao Brasil, em 1998, lançou o disco "Siderado", que já saiu da gravadora com 500 mil cópias vendidas. Ao contrário dos discos anteriores, esse não contou com a produção de Dudu Marote, mas de John Shaw, do conjunto inglês UB40 e de Paul Ralphes. Em 2000, gravou o CD "Maquinamara", cuja novidade foi a exclusão do naipe de metais e maior presença da guitarra de Samuel Rosa, dando uma característica mais rock and roll ao grupo, que sempre foi mais ligado às tendências do reggae. O disco foi produzido por Chico Neves e Tom Capone e alcançou o disco de platina com 250 mil cópias vendidas. No ano de 2008 o grupo lançou o CD “Estandarte”, que contou com 12 faixas inéditas, dentre as quais “Pára-raio” (Samuel Rosa e Nando Reis), “Ainda gosto dela” (Samuel Rosa e Nando Reis), “Chão” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Canção áspera” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Noites de um verão qualquer” (Samuel Rosa e César Maurício), “Escravo” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Notícias do submundo” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Sutilmente” (Samuel Rosa e Nando Reis), “Um gesto qualquer” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Assim sem fim” (Samuel Rosa e César Maurício), “Saturação” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Renascença” (Samuel Rosa e Nando Reis). Produzido por Dudu Marote, o disco contou com a participação de Negra Li em “Ainda gosto dela” e dos metais da banda Funk Como Le Gusta. Gravou a canção “Beleza Pura” (Caetano Veloso), para ser a música de abertura da telenovela com o mesmo nome, da Rede Globo. Em 2014 lançou o CD de inéditas “Velocia”, com 11 faixas da autoria de Samuel Rosa com antigos parceiros como Chico Amaral e Nando Reis além de novos parceiros como Emicida, Lucas Silveira, a cantora e compositora paulista Lia Paris, que participou da faixa “Aniversário”, parceria dos dois. [Fonte: dicionariompb]

Pop group formed in 1991 by Samuel Rosa (vocals and guitar), Henrique Portugal (keyboards), Lelo Zanetti (bass) and Harold Feretti (drums) in Belo Horizonte. He began his career performing in bars and parties held in places outside the city. Contrary to what is claimed, the name "skank" refers to a derivative rhythm of Jamaican reggae, and not to the "skunk," which in English means skunk or a type of marijuana with high tetrahydro-canabiol levels, agent active plant. In 1992, with the economies that joined the shows, the group recorded an independent CD with pressing of 3,000 copies. Some of them were sent to media professionals, as Carlos Eduardo Miranda and Octavio Rodrigues, former director of the Bizz magazine, which ended up helping the group. In the same year, the band was hired by Sony label, which reissued the album and distributed nationally. The CD sold 150,000 copies, a nice mark for a debut CD, with good spread the songs "Indignation" and "Both" (Chico Amaral version of "I want you" by Bob Dylan). But it was in 1994 that the group would be successful with the version of "No smoking" success Roberto Carlos, re-recorded the CD "Tribute to the King", released by Epic and produced by Roberto Frejat, the Red Baron. The version became successful nationwide and was incorporated into the next disc of the group, "Calango" released in November of that year. The disc title is a reference to a typical miner pace, in which two people dancing in a kind of duel. The CD sold over a million copies. The third disc of the group, "Samba Poconé", consolidated the group as one of the most important national pop-rock, selling over a million and a half copies. The album counted on the special participation of Manu Chao, former lead singer of the French group Mano Negra. The biggest hit was "National Girl" by the group's own authorship, which became the most video clip displayed on MTV in 1996. The following year, the group went on tour through Latin America and Europe, performing in countries such as Chile , Argentina, Spain Italy Switzerland, Portugal, Germany and France. Back in Brazil in 1998 released the album "Siderado" which has left the record company with 500,000 copies sold. Unlike previous albums, this did not count on the production of Dudu Marote, but John Shaw, the English group UB40 and Paul Ralphes. In 2000, he recorded the CD "Maquinamara" whose novelty was the exclusion of the horn section and a greater presence of Samuel Rose guitar, giving a more rock and roll feature to the group, which has always been linked to reggae trends. The disc was produced by Chico Neves and Tom Capone and reached platinum with 250,000 copies sold. In 2008 the group released the CD "Banner", which featured 12 new songs, among them "Lightning Blue" (Samuel Rosa and Nando Reis), "I still like it" (Samuel Rosa and Nando Reis), " ground "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," rough Song "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," Nights of summer any "(Samuel Rosa and Cesar Mauricio)," Slave "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," News the underworld "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," Subtly "(Samuel Rosa and Nando Reis)," A gesture any "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," So without end "(Samuel Rosa and Cesar Mauricio)," Saturation "(Samuel Rosa and Chico Amaral)," Renaissance "(Samuel Rosa and Nando Reis). Produced by Dudu Marote, the album counted on the participation of Black Li in "I still like it" and the band Funk Como Le Gusta metals. He recorded the song "Pure Beauty" (Caetano Veloso), to be the opening song of the soap opera of the same name, Rede Globo. In 2014 he launched the brand new CD "Velocia" with 11 tracks of Samuel Rose authored with former partners as Chico Amaral and Nando Reis and new partners as Emicida, Lucas Silveira, the singer and songwriter Lia Paulista Paris, who attended the band "Birthday", a partnership of the two. [Source: dicionariompb]

Total Time: 66 min


Nenhum comentário:

Postar um comentário