21 de novembro de 2021

DJAVAN - Ao Vivo [Recomendado]


MPB
(Música Popular Brasileira)
1999
Bitrate 256 kbps
[cd quality]+

Aos 16 anos de idade, começou a tocar violão. Dois anos depois, passou a integrar o grupo vocal Luz, Som, Dimensão (LSD), com o qual se apresentava em clubes, praças, igrejas e palanques, cantando e tocando músicas dos Beatles. Em 1973, mudou-se para o Rio de Janeiro, iniciando carreira profissional como crooner da casa noturna Number One. Nessa época, foi contratado pela Som Livre como intérprete de outros autores em trilhas de novelas da TV Globo. Durante três anos, gravou músicas para "Os ossos do barão", "Super Manoela", "Fogo sobre terra" e "Gabriela". Atuou também como crooner da boate 706 (RJ). Em 1975, participou do "Festival Abertura" (TV Globo), classificando sua canção "Fato consumado" em 2º lugar. Gravou, em seguida, seu primeiro disco, um compacto duplo contendo as canções "E que Deus ajude", "Um dia", "Rei do mar" e "Fato consumado", todas de sua autoria. No ano seguinte, gravou seu primeiro LP, "A voz, o violão e a arte de Djavan", com produção de Aloysio de Oliveira e arranjos de Edson Frederico. O disco incluiu suas canções "Pára-raio", "Maria das Mercedes" e "Flor de liz", grande sucesso até hoje em seus shows. Apresentou-se novamente no 706, dessa vez como atração, fazendo temporada de sucesso durante três meses. Djavan combina tradicionais ritmos sul-americanos com música popular dos Estados Unidos, Europa e África. Entre seus sucessos musicais destacam-se, "Seduzir", "Flor de Lís", "Lilás", "Pétala", "Se…", "Eu te Devoro", "Açaí", "Segredo", "A Ilha", "Faltando um Pedaço", "Oceano", "Esquinas" e "Boa Noite".. Em 2013, foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Cantor/MPB, pelo CD “Rua dos amores”, e na categoria Melhor Canção, por “Vive”, incluída em seu CD “Rua dos amores”. Nesse mesmo ano, apresentou-se no Vivo Rio (RJ), com o show “Rua dos Amores”. Ainda em 2013, recebeu indicação à 14ª edição do Grammy Latino, na categoria Melhor Canção Brasileira, pela música “Bangalô". Também em 2013, recebeu indicação à 14ª edição do Grammy Latino, na categoria Melhor Canção Brasileira, pela música “Bangalô". Constam da relação dos intérpretes de suas canções vários artistas brasileiros, como Leny Andrade, Rildo Hora, Roberto Carlos, Olívia Hime, Rosa Passos, Amaranto, Orlando Morais, Rosa Passos, Gal Costa, Augusto Martins, Fátima Guedes, Lica Cecato, Amelinha, Maria Bethânia, Trio Esperança, Zimbo Trio, Bena Lobo, Flora Purim, Zizi Possi, Pery Ribeiro, Jane Duboc, Os Cariocas, Mônica Salmaso, Olívia Byington, Emílio Santiago, Márcia Tauil, Tetê Espíndola, Paulinho Trompete, Leo Gandelman, Simone, Quarteto em Cy e MPB-4, Sergio Mendes, Milton Banana, Tim Maia, Danilo Caymmi, Cauby Peixoto, Raul de Souza, O Tao do Trio, Baby do Brasil, Verônica Sabino, Angela Maria, Nana Caymmi, Cássia Eller, Virgínia Rodrigues, Wanderléa, Jair Rodrigues, Elba Ramalho, Luciana Mello, Cristina Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso e Quinteto Violado, entre outros, além de Carly Simon, Al Jarreau, Carmen McRae e Manhattan Transfer, no exterior. Sobre sua obra, uma das mais privilegiadas do Brasil por cantores e músicos norte-americanos, o Maestro Quincy Jones se manifestou com uma única expressão: "Unbelievable!" ("Inacreditável!"). Em 2014, lançou o DVD “Rua dos Amores – ao vivo”, com inclusão do documentário “Um olhar íntimo”, com os bastidores do show. Ainda no mesmo ano, foi homenageado pela V Feira Literária de Marechal Deodoro, em Alagoas (AL). Ricardo Cravo Albin e Joaquim Ferreira dos Santos foram os convidados para falar sobre ele. Ao fim do evento, ele recebeu a Comenda FLIMAR da feira. [Fonte: dicionariodampb]

At 16 years old, he began playing guitar. Two years later, he joined the vocal group Light, Sound, Dimension (LSD), with which it stood at clubs, squares, churches and daises, singing and playing Beatles songs. In 1973, he moved to Rio de Janeiro, starting career as a crooner of nightclub Number One. At that time, he was hired by Som Livre as an interpreter of other authors on TV Globo soap operas trails. For three years, he recorded songs for "Bones of the Baron", "Super Manoela", "Fire on earth" and "Gabriela". He was also a nightclub crooner 706 (RJ). In 1975, he participated in the "Opening Festival" (TV Globo), classifying its "consummate Fact" song in 2nd place. Recorded, then their first album, a double compact containing the songs "And God help," "Someday," "King of the Sea" and "consummate Fact", all of his own. The following year, he recorded his first LP, "The voice, the guitar and the art of Djavan", produced by de Oliveira Aloysio and Edson Frederico arrangements. The album included his songs "Stop-ray", "Maria das Mercedes" and "liz Flower" great success to date in their shows. Presented itself again in the 706, this time as an attraction, making successful run for three months. Djavan combines traditional South American rhythms with popular music in the United States, Europe and Africa. Among his musical successes stand out, "Entice", "fleur de lis", "Lilac", "petal", "If ...", "I will devour," "Acai", "Secret", "The Island" "Missing a Piece", "Ocean", "Corners" and "Good Night" .. In 2013, it was nominated for the Brazilian Music Award in the category Best Singer / MPB, the CD "Street loves," and for Best Song, for "Live", included on his CD "Street loves." That same year, he performed at Vivo Rio (RJ), with the "Street of Love" show. Yet in 2013, he was nominated to the 14th edition of the Latin Grammy for Best Brazilian Song for the song "Bungalow". Also in 2013, was nominated to the 14th edition of the Latin Grammy for Best Brazilian Song for the "Bungalow" music. Contained in the list of interpreters of their various Brazilian artists songs such as Leny Andrade, Rildo Time, Roberto Carlos, Olivia Hime, Rosa Passos, Amaranth, Orlando Morais, Rosa Passos, Gal Costa, Augusto Martins, Fatima Guedes, Lica Cecato, Amelinha, Maria Bethania, Hope Trio, Zimbo Trio, Bena Lobo, Purim Flora, Zizi Possi, Pery Ribeiro, Jane Duboc, Os Cariocas, Monica Salmaso, Olivia Byington, Emílio Santiago, Marcia Tauil, Tete Espindola, Paulinho Trumpet, Leo Gandelman, Simone, Quartet in Cy and MPB-4, Sergio Mendes, Milton Banana, Tim Maia, Danilo Caymmi, Cauby Peixoto, Raul de Souza, The Tao Trio, Baby from Brazil, Veronica Sabino, Angela Maria, Nana Caymmi, Cassia Eller, Virginia Rodrigues , Wanderléa, Jair Rodrigues, Elba Ramalho, Luciana Mello, Cristina Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso and Violated Quintet, among others, as well as Carly Simon, Al Jarreau, Carmen McRae and Manhattan Transfer abroad. About his work, one of the most privileged of Brazil for singers and American musicians, the conductor Quincy Jones expressed with a single word: "Unbelievable!" ("Unbelievable!"). In 2014, he released the DVD "Amores Street - Live", with inclusion of the documentary "An intimate look" with the backstage of the show. In the same year, he was honored by the V Literary Fair of Marechal Deodoro, Alagoas (AL). Ricardo Cravo Albin and Joaquim Ferreira dos Santos were invited to talk about it. After the event, he received the Commendation FLIMAR the fair. [Source: dicionariodampb]

Total Time: 101min

Um comentário: