8 de fevereiro de 2020

FORTUNA - Ao Vivo


World Music
2009
Bitrate: 256 kbps
[cd quality]

Fortuna cresceu em São Paulo ligada à música, à dança e ao teatro. Na década de 1980, enquanto encenava suas primeiras peças, compôs um repertório de canções em parceria com o poeta curitibano Paulo Leminski (1944 – 1989). O capítulo decisivo de sua carreira, porém, começaria a ser escrito a partir de uma viagem a Israel, em 1991. Foi lá que a arte de Fortuna ganhou uma orientação inovadora: ao ouvir uma obra do cancioneiro ladino, ela percebeu ter encontrado a matéria-prima para uma proposta estética única, em que música, dança e dramaturgia convergem na recriação de um riquíssimo legado cultural. O ladino, dialeto judeu-hispânico, é o idioma dos sefaraditas, os judeus de Sefarad, nome hebraico da Península Ibérica. O contato com a tradição musical ladina mudaria a vida de Fortuna e daria um novo rumo a sua obra. Al ela iniciou um trabalho de pesquisa e resgate das canções medievais que permaneciam praticamente esquecidas. O resultado dessa busca iluminou sua trajetória. Nos anos seguintes, ela gravaria, de forma independente, seus sete CDs: La Prima Vez, Cantigas, Mediterrâneo, Mazal, Cælestia, Encontros e Novo Mundo. Com distribuição na Argentina, Espanha, Israel e Estados Unidos, a discografia de Fortuna soma quase 100 mil cópias vendidas. As gravações receberam elogios da crítica e destaque em premiações de peso. Mediterrâneo venceu o 10º Prêmio Sharp de Música como melhor disco produzido em língua estrangeira e o selo americano Putumayo, especializado em coletâneas de “world music”, incluiu cinco canções gravadas por Fortuna em seus últimos lançamentos. Os espetáculos encenados para cada um dos discos levaram Fortuna a se apresentar com grande sucesso em várias capitais brasileiras, como Recife, Porto Alegre, João Pessoa, Manaus, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, além das turnês internacionais, com passagens por Paris, Nova York (em uma aclamada apresentação na sede da ONU), Miami, Amsterdã, Haia, Antuérpia, Évora, Buenos Aires, Santiago, Caracas e na comemoração dos 3.000 Anos de Jerusalém. Além de ter fornecido a substância para o desenvolvimento de sua carreira musical, o trabalho de pesquisa histórica voltado para a recuperação de tradições musicais esquecidas credenciou Fortuna para uma atividade paralela: a de diretora artística do Festival “Todos os Cantos do Mundo”. Com sete edições realizadas pelo SESC de São Paulo, o evento revelou artistas cuja música não toca nas rádios e que dificilmente se apresentariam em outros palcos no Brasil. À frente do festival, Fortuna pôde manter uma conexão permanente com as mais diversas formas de expressão musical. Essa espécie de intercâmbio conferiu ao seu trabalho uma nova consistência – que se reflete na evolução da voz, na sofisticação dos arranjos e na escolha de colaboradores. Os melhores exemplos dessa abertura de horizontes são encontrados nos CDs Cælestia, gravado com o Coro de Monges Beneditinos do Mosteiro de São Bento (SP), Encontros, que além dos Beneditinos inclui a participação do Coro do Projeto Guri, formado por crianças e adolescentes de Osasco (SP) e Novo Mundo, em que aparece o artista pernambucano Antônio Nóbrega. A colaboração dos convidados resulta em uma obra que vai além de recuperar a tradição, dando a ela um novo sentido. Seu programa on-line “Todos os Cantos” tem garimpado as preciosidades sonoras do planeta, veiculado pela Rádio UOL e acessado por internautas de inúmeras regiões, o programa é um verdadeiro marco na história do rádio pela internet. Como atriz, Fortuna participou do musical José e seu Manto Technicolor, de Andrew Lloyd Weber, dirigido pelo premiado Iacov Hilel. O sucesso do espetáculo, que é também voltado para crianças e adolescentes, despertou na artista o desejo de orientar seu foco para o público infantil. Nasceram assim novos projetos. [Creditos: Celso Masson]

Fortune grew up in Sao Paulo linked to music, dance and theater. In the 1980s, while staged his first plays, composed a repertoire of songs in partnership with the poet Paul Leminski Curitiba (1944-1989). . The decisive chapter of his career, however, begin to be written from a trip to Israel in 1991 was there that the art of Fortuna gained an innovative orientation: to hear a work of Ladino songs, she realized the matter have found material for a unique aesthetic proposal, where music, dance and drama converge in the recreation of a rich cultural legacy. Ladino, Judeo-Hispanic dialect is the language of the Sephardim, the Jews of Sefarad, the Hebrew name of the Iberian Peninsula. The contact with the Ladino musical tradition would change the lives of Fortuna and give a new direction to his work. Al started her job search and rescue of medieval songs that remained virtually forgotten. The result of this search illuminated his path. In the following years, she would record, independently, its seven CDs: La Prima Vez, Cantigas, Mediterranean, Mazal, Cælestia, Dating and New World. With distribution in Argentina, Spain, Israel and the United States, discography of Fortuna has approximately 100,000 copies sold. The recordings have received critical acclaim and awards highlighted in weight. Mediterranean won the 10th Sharp Music Award as best album produced in a foreign language and the American label Putumayo, specializing in compilations of "world music", included five songs recorded by Fortuna in their latest releases. The shows staged for each of the disks led Fortune to perform with great success in several Brazilian cities, such as Recife, Porto Alegre, João Pessoa, Manaus, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, in addition to international tours with tickets by Paris, New York (in an acclaimed presentation at the UN headquarters), Miami, Amsterdam, The Hague, Antwerp, Évora, Buenos Aires, Santiago, Caracas and in celebration of 3,000 years of Jerusalem. Besides having supplied the substance to the development of his musical career, the work of historical research focused on the recovery of forgotten musical traditions accredited Fortuna for a parallel activity: the artistic director of the Festival "All Corners of the World." With seven editions held by SESC São Paulo, the event revealed artists whose music does not play on the radio and that hardly perform on other stages in Brazil. Ahead of the festival, Fortuna could maintain a permanent connection to the most diverse forms of musical expression. This kind of exchange has given his work a new consistency - which is reflected in the evolution of voice, the sophistication of the arrangements and choice of collaborators. The best examples of this opening horizons are found in Cælestia CDs, recorded with the Choir of Benedictine monks of the Monastery of St. Benedict (SP), Personals, which in addition includes the participation of the Benedictine Choir Guri Project, consisting of children and adolescents Osasco (SP) and the New World, where the photographer pernambucano Antônio Nóbrega appears. The collaboration of the guests results in a work that goes beyond recovering the tradition, giving it a new meaning. Your online program "All Songs" has panned sound loot the planet, aired by Radio UOL and accessed by numerous netizens regions, the program is a true milestone in the history of internet radio. As an actress, Fortuna participated in the musical Joseph and his Technicolor Mantle, Andrew Lloyd Weber, directed by award-winning Iacov Hillel. The success of the show, which is also aimed at children and adolescents, awakened in the artist's desire to direct your focus to children. Therefore created new projects. [Credits: Celso Masson]

Total Time: 54 min

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.