9 de outubro de 2021

INSTRUMENTISTAS BRASILEIROS - Instrumentistas Brasileiros


INSTRUMENTAL
2001
Bitrate: 256 kbps
[cd quality]+

 Instrumentistas Brasileiros, álbum organizado por Carlos Alberto Sion e Tárik de Souza reunindo 14 gravações feitas entre 1961 e 1988. Os diversos estilos de interpretação e a grande variedade de gêneros e ritmos abordados pelos músicos, garantiria a qualidade do CD. Como se não bastasse, o disco ainda recupera alguns registros que são verdadeiras raridades fonográficas. Cada faixa mostra um grande momento de cada músico excepcional, que se apresenta aqui. Vale a pena, por exemplo, comparar a agilidade do sax de Paulo Moura (verdadeiramente supersônico em "Espinha de Bacalhau") com os legendários dedos de Raphael Rabello (debulhando "Samba de Uma Nota Só"). Ou então, dar um passeio pelo Nordeste - evocado na enxuta versão de Dominguinhos para "Delicado" e na cadência exata imprimida por Rildo Hora a "Respeita Januário". A inevitável "Aquarela do Brasil" ganha contornos de samba sofisticado com Sebastião Tapajós. Os mais jazzistas irão se regalar com a soberba rendição de "Nanã", numa gravação de 1964 do grupo Os Cobras (liderado pelo pianista Tenório Junior); enquanto Erlon Chaves e o Trio 3D fazem a festa dos "sampleadores" da onda acid jazz, com suas batidas dançantes para respectivamente "Água de Beber" e "Consolação". Na mesma linha vêm João Roberto Kelly & Luiz Reis, duelo de pianos afiados em "Boato"/"Lamento Bibop". E se não houver mais argumentos, vale a emoção - ao ouvir Jacob do Bandolim, o próprio, descascando seu instrumento numa versão de 1971 de "Noites Cariocas", gravada ao vivo. O disco é altamente recomendável sua audição, como introdução ao rico mundo da música instrumental brasileira. [Fonte: cliquemusic]

Brazilian instrumentalists, an album organized by Carlos Alberto Sion and Tárik de Souza, bringing together 14 recordings made between 1961 and 1988. The different styles of interpretation and the great variety of genres and rhythms approached by the musicians, would guarantee the quality of the CD. As if that were not enough, the disc still retrieves some records that are true phonographic rarities. Each track shows a great moment of each exceptional musician, who performs here. It is worthwhile, for example, to compare the agility of Paulo Moura's sax (truly supersonic in "Espinha de Bacalhau") with the legendary fingers of Raphael Rabello (thrashing "Samba de Uma Nota Só"). Or, take a walk through the Northeast - evoked in the lean version of Dominguinhos for "Delicado" and in the exact cadence printed by Rildo Hora to "Respeita Januário". The inevitable "Aquarela do Brasil" gains sophisticated samba contours with Sebastião Tapajós. The most jazz musicians will indulge in the superb surrender of "Nanã", in a 1964 recording by the group Os Cobras (led by pianist Tenório Junior); while Erlon Chaves and Trio 3D celebrate the "sampleador" party of the acid jazz wave, with their dancing beats for "Água de Beber" and "Consolação" respectively. Along the same lines are João Roberto Kelly & Luiz Reis, a duel of sharp pianos in "Boato" / "Lamento Bibop". And if there are no more arguments, the emotion is worth it - listening to Jacob do Bandolim, himself, stripping his instrument in a 1971 version of "Noites Cariocas", recorded live. The album is highly recommended for your listening, as an introduction to the rich world of Brazilian instrumental music. [Source: clicandousic]

Total Time: 49 min

Um comentário: